Porque Hatha Yoga e Bioenergética  

 “A vida de um indivíduo é a vida de seu corpo”

 

  Ao fim de um dia cotidiano, muitas vezes sentimos cansaço além do normal e dores no corpo que não tínhamos percebido antes e mal sabemos de onde vieram. São golpes sofridos durante o dia e que só percebemos horas depois, quando afrouxamos as tensões musculares e habitamos de maneira mais consciente nossos corpos. As nossas dores, na maioria das vezes, são causadas por um acumulo lento e progressivo de danos diários.

  Se esbarramos o dedo mínimo do pé, na quina do sofá, a dor será pontual e logo terá desaparecido, mas se todos os dias esbarramos o mesmo dedo na quina do sofá, em algum momento ele estará insensível a qualquer estimulo de prazer ou dor. Mas essa insensibilidade custará a nossa maneira correta de pisar no chão, e as constantes pancadas, uma dor sistêmica.

  Nossa rotina diária está cercada dessas armadilhas; o noticiário mal acabou de mostrar  uma comida típica regional e já nos enfia goela a baixo, a nova epidemia do momento ou a morte mais banal que possamos imaginar, os corantes e conservantes dos alimentos industrializados, não refletem o sabor dos seus ingredientes verdadeiros e a poluição sonora nos convida a tapar nossos ouvidos com fones ou desatenção auditiva.

  Com tantos estímulos de péssima qualidade é compreensível que nos distanciemos do corpo e dos sentidos por algum momento do vida.

  O objetivo da bioenergética, é desbloquear os padrões musculares que construímos para nos proteger da enxurrada desnecessária de estímulos diários, descontruir os caminhos inibitórios transmitidos de herança da civilização que oprimem nossa expressão e restaurar o fluxo de vitalidade da natureza primaria do individuo.

  O Hatha Yoga como sua tradução expressa, foi criado para harmonizar ou unir(Yoga) os dois canais principais do corpo; solar(Há) e lunar(Tha). O canal solar é direito, positivo e tem o efeito de esquentar, e o canal lunar é esquerdo, negativo e funciona esfriando. No corpo físico esses canais se encontram materializados no sistema nervoso autônomo como; simpático e parasimpático. A ativação do  sistema simpático, acelera o batimento cardíaco, inibe a digestão, estimula a produção de adrenalina e noradrenalina entre outros efeitos que preparam o individuo para agir em uma situação de estresse, a ativação do parasimpatico produz o efeito de repouso. O alinhamento desses canais, diminui a quantidade de insconsciência, já que harmoniza o sistema nervoso autônomo.

  O que nos impede de ter acesso aos padrões inconscientes de maneira mais atenta é a enfadonha insensibilidade que nos distancia dos estímulos ambientais, as couraças que forjamos para nos defender de perigos inexistentes e a fuga do corpo presente.  Pois é muito mais difícil perceber se o que nos causou mal-estar foi o alimento estragado, o noticiário da televisão ou o dedo mínimo na quina do sofá, se não estivermos sensíveis ao momento atual.

  A bioenergética nesse ponto, nos favorece na (des)formação do corpo passado e manifestação do corpo sentido.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s