Uttanasana

UTTANASANA3

UTTANASANA
Tradução: ut = intenso; tana = alongamento; asana = postura
Postura de alongamento intenso
#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO

BENEFÍCIOS:
• Estiramento intenso nas coxas, costas e cervical
• Confere agilidade e leveza nos movimentos corporais
• Alívio de dores nas costas por má postura
• Alivia dores no estômago, ativa as funções hepáticas e renais
• Melhora o funcionamento intestinal
• Benéfico para os nervos espinhais e ajuda a prevenir dores ciáticas
• Alivia mal-estar menstrual e efeitos da menopausa
• Previne dores de cabeça
• Vitaliza as células cerebrais melhorando a memória, raciocínio e clareza mental
• Combate a fadiga e ansiedade
• Ajuda a desbloquear o meridiano da bexiga e da vesícula biliar
• Confere equilíbrio as pessoas de personalidade extrovertida
• Desperta a capacidade de olhar para si e reconhecer os ambientes mentais
• Confere discernimento para decisões difíceis
• Induz a estabilidade mental

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

1. De pé, em Talasana, inspire colocando as mãos nos quadris e expire inclinando-se para frente dobrando o quadril (não a cintura!)
2. Alinhe a parte da frente do tronco para fora dos quadris
3. Apoie as mãos nos tornozelos, ou logo abaixo dos joelhos
4. Esticando o tronco para frente, olhe ao longe, alongando também o pescoço
5. Dê bastante atenção à coluna vertebral. Você deve curvar o quadril, mantendo a coluna mais reta possível, sem mover os pés ou deslocar o quadril
6. O glúteo deve estar apontado para o alto, enquanto o tronco se alinha em um ângulo em torno de 90 graus
7. Pressione os calcanhares no solo e empine o quadril em direção ao teto
8. Perceba os bloqueios musculares que precisa enfrentar para ficar nesta postura e tente vencê-los
9. Fique na postura por 5 ciclos respiratórios
10. Você pode usar uma cadeira para apoiar-se e ajudá-lo a manter a coluna ereta enquanto permanece na postura
11. Não curve a coluna ao levantar! Em vez disso, coloque as mãos em punho atrás da lombar e vá desdobrando a coluna, desencaixando o quadril e encaixando a bacia enquanto inspira profundamente.

Ardha Bujangasana

ardha Bujangasana colagem

ARDHA BUJANGASANA (Hermogenes)
Tradução: ardha = metade; bujanga = serpente
asana = postura
#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO

BENEFÍCIOS:
• Aumenta a flexibilidade, comprimindo os músculos lombares e distendendo os abdominais
• Queima gordura da área abdominal
• Estimula os órgãos da pélvis
• Beneficia o funcionamento dos rins
• Combate prisão de ventre
• Ativa a energia feminina do corpo
• Desenvolve equilíbrio e autoconfiança
• Afasta sentimento de inferioridade

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

1. Ajoelhe-se sobreo joelho esquerdo, tendo o pé direito aproximadamente meio metro à frente, de maneira que tanto a coxa esquerda quanto a perna direita estejam em perfeita verticalidade
2. O tronco ereto, cabeça e espinha dorsal alinhadas
3. Faça uma inspiração lenta e completa e, ao começar a expirar, flexione a perna direita o mais que puder, da mesma forma que o tronco, abaixando-se, mas mantendo a verticalidade
4. Leve as pontas dos dedos da mão a tocarem o solo. Os braços devem ficar pendentes ao lado do tronco
5. Quando chegar no ponto mais baixo (quando o peso foi quase todo transferido para a perna da frente), volte o tronco para o lado da perna estendida para trás e segure o tornozelo, fitando-o (postura )
6. Mantenha-se assim, a respiração presa por 5 segundos. Comece o movimento de retorno à posição inicial, simultaneamente inspirando
7. Repita três vezes e alterne a posição das pernas

YOGA MUDRA

YOGA MUDRA

Tradução: Mudra = “selo”. O Yoga mudra é o selo do Yoga

20170310_072956

FACEBOOK

Veja outros Asanas

BENEFÍCIOS:

  • Delicadamente, alonga os quadris, coxas e tornozelos
  • Acalma o cérebro e ajuda a aliviar o stress e a fadiga
  • Alivia dores nas costas e pescoço, quando feito com a cabeça e o tronco apoiado
  • Estimula a digestão
  • O ato curvado beneficia eficazmente especialmente na área lombar
  • As vértebras são liberadas da pressão, enquanto os ligamentos e músculos ao longo da espinha são esticados
  • Atua também na área pélvica do parassimpático, contribuindo para a simulação da atividade dos órgãos sexuais masculino e feminino
  • Diminui a ansiedade, se praticados diariamente, por 15 minutos ao longo de até um mês
  • Atenua febres, devido à posição na cabeça em contato com o solo
  • Acalma e relaxa a mente
  • Harmoniza o corpo
  • Determina uma atitude harmoniosa com deus e amplifica sentimentos humanitários e de gratidão
  • Elimina tendências agressivas
  • Propicia uma atitude interior de cuidado, percepção e reflexão de si mesmo

 

 

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. A partir de Vajrasana, desça o corpo suavemente esticando os braços acima dos ombros
  2. Os joelhos e quadris ficam dobrados, as canelas no chão
  3. A cabeça é alongada para frente em direção ao chão
  4. A testa toca o chão
  5. Os braços devem ser alongados para frente, em frente da cabeça
  6. O dorso dos pés deve ser estendido no chão.
  7. Fique na postura até completar 7 ciclos respiratórios.
  8. O foco é direcionado para a exalação
  9. Nas exalações de número impar (1,3,5,7) descontraia a musculatura da face, pescoço e costas.
  10. Nas exalações de número par (2,4,6), abandone todas as preocupações mentais de passado ou futuro.
  11. Relaxe na postura e mentalize todo o planeta terra girando em harmonia.
  12. Agradeça a oportunidade de estar mergulhado na vida, na mesma vida desfrutada por toda humanidade e por estar consciente disso.
  13. Para sair da postura, inspire e erga a coluna vertebral.

NAVASANA

NAVASANA

Tradução: Nava = nau ou barco; asana = postura – “Postura do barco”

#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO#DIA28

NAVASANA 2

FACEBOOK

Veja outros Asanas

BENEFÍCIOS:

  • Por ser uma postura de equilíbrio, melhora a concentração, o foco interior, desafiando os limites do corpo e da gravidade
  • Tonifica os músculos das coxas e os flexores de quadris
  • Melhora a digestão
  • Fortalece o abdômen, flexores do quadril e coluna vertebral
  • Com um abdômen mais forte, a coluna fica mais saudável
  • Melhora a postura e dores na região lombar
  • Promove a paz interior
  • Fortalece o chakra cardíaco
  • Melhora a segurança e a autoestima
  • Estimula os rins, tireóide e próstata e intestinos
  • Ajuda a aliviar o estresse

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. A partir de Dandasana, coloque as mãos no solo um pouco à frente dos quadris com os dedos voltados para os pés
  2. Mantenha a coluna ereta, contraia o abdômen e levante a perna esquerda, mantendo-a em uma altura de 45 cm por 5 ciclos respiratórios
  3. Estique os braços e eleve a ponta dos dedos das mãos na direção da ponta dos dedos dos pés
  4. Exale lentamente, abaixando a perna esquerda
  5. Contraindo novamente o abdômen, levante a perna direita, repetindo o procedimento realizado com a perna esquerda (Passos 1 a 4)
  6. Novamente em Dandasana, contraia o abdômen mais uma vez e eleve as duas pernas do chão
  7. Procure soltar as mãos e apontá-las para a ponta dos pés, mantendo a postura por 5 ciclos respiratórios
  8. Para sair da postura, exale e, lentamente, volte as mãos para a posição inicial e depois as pernas.

OBSERVAÇÕES

  1. Ao se sentar com as pernas estendidas alinhe bem a coluna vertebral, sinta o alinhamento desde a base da coluna ao topo da cabeça. Observe a coluna para não a curvar.
  2. Ao elevar as pernas mantenha a musculatura pélvica e abdominal bem contraída. Se não for possível manter as pernas estendidas por muito tempo, permaneça pouco tempo e desfaça a postura. Gradualmente aumente o tempo de permanência
  3. Ao longo da postura você pode fazer o padayoragrai drishti: fixação ocular nos dedos dos pés, tonificando nervos e músculos óticos, além de aumentar a concentração. Busque respirar normalmente ao longo do asana, respirando sem esforço, lento, profundo e completo. A força muscular associada a uma respiração profunda e completa auxilia na eliminação de toxinas, purificando o corpo e ampliando a oxigenação em todo o organismo.
  4. Muitas vezes é difícil para endireitar as pernas levantadas. Dobre os joelhos e coloque uma cinta de malha em torno das solas dos seus pés, segurando-o firmemente nas suas mãos. Inspire, incline o tronco para trás, depois expire, levante e estique as pernas, ajustando a alça para mantê-lo firme. Empurre os pés firmemente contra a correia.