BIDHALASANA ou MARJARYASANA

BHIDALASANABIDHALASANA ou MARJARYASANA

Tradução: bidha = gato; asana = postura “Postura do gato”
#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO #DIA21

FACEBOOK

Veja outros Asanas

BENEFÍCIOS:

  • Estabiliza o sacro diminuindo as dores lombares
  • Alonga a parte baixa, média e alta da coluna
  • Aumenta o tônus muscular da coluna vertebral
  • Massageia e estimula os rins, as glândulas suprarrenais, e o útero
  • Tonifica, equilibra e regula a tireoide e paratireoide
  • Terapêutica para cardíacos e hipertensos
  • Terapêutica para os olhos e nervo ótico
  • Cria o equilíbrio emocional e diminui a fadiga física
  • Alivia o estresse e acalma a mente
  • Purifica o sangue eliminando toxinas
  • Equilibra o estado emocional, desfazendo os bloqueios emocionais causados por problemas mal resolvidos, facilitando o fluxo da energia entre os chacras inferiores e superiores.

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. Comece por sentar-se sobre os calcanhares, tronco, pescoço e cabeça alinhados verticalmente (vajrāsana)
  2. Apoie as mãos no chão à frente dos joelhos de forma a manter as coxas perpendiculares ao chão e o tronco paralelo ao chão
  3. As mãos ficam paralelas entre si na largura dos ombros de forma que os braços fiquem perpendiculares ao chão
  4. Deixe os joelhos afastados à largura dos quadris, bem como os pés, com os dorsos apoiados no chão
  5. A coluna deve estar neutra e os olhos vão olhar para o chão um pouco à frente dos dedos
  6. Inspire alongando o glúteo para trás e jogue a cabeça para cima junto com o tronco
  7. Ao expirar, faça uma flexão do tronco, arredondando as costas para cima, emburrando o queixo para o peito, o olhar para o umbigo, jogando todo ar para fora, enquanto o umbigo é puxado para dentro
  8. Ao inspirar, novamente, faça o movimento oposto, fazendo uma suave extensão da coluna, baixando um umbigo e elevando a cabeça e o cóccix
  9. Mantenha o rosto olhando em frente, sem tensão no pescoço
  10. Repita os dois movimentos algumas vezes. Sempre que expirar faça o movimento de flexão do tronco e ao inspirar a extensão
  11. Procure manter os braços ativos, esticados, empurrando o chão
  12. Repita o movimento 5 vezes e descanse em bhalasana.

 

 

 

 

Utkatasana

Yoga não é ginástica

O Yoga, com certeza, não é uma espécie de ginástica. É um sistema concebido para desenvolver a consciência do homem em todos os seus níveis.

1) Nível físico, ou corporal;

2) Nível instintivo, vital, energético;

3) Nível emocional;

4) Nível mental subconsciente: chitta;

5) Nível mental cotidiano: manas, ahamkára;

6) Nível mental superior intuitivo/discriminativo: buddhi;

7) Nível espiritual: átman.

Neste poste, falaremos do primeiro nível: O corpo físico alimenta-se de matéria orgânica, a alma alimenta-se de energia sutil modelada sob a forma de emoções, sentimentos e pensamentos, e o espírito alimenta-se da presença divina vivenciada no único lugar onde isso é possível: nele mesmo.

Yoga interage diretamente com a melhora do autocontrole, onde você aprende a lidar com as atribulações e estresses que tendem surgir no seu cotidiano.

A prática de Yoga atua também como um alívio do estresse causado pelas atribulações diárias, agindo como um calmante natural, auxiliando também nos problemas de insônia e como pessoas que não tem as horas de sono adequada, tendem a ganhar mais peso em comparação a pessoas que tem uma noite de sono tranquila.

A prática de Yoga age também no controle dos  níveis de colesterol,  também contribui para a melhora de problemas respiratórios e no condicionamento cardiovascular. Além disso, promove o fortalecimento e a tonificação do tecido muscular, melhora o equilíbrio corporal e a flexibilidade como um todo. Corrige a postura, dá mais energia, aumenta a flexibilidade e tonifica os músculos. O Yoga alia benefícios físicos e qualidade de vida por meio de exercícios anti estresse que refletem o bom funcionamento de todo o organismo.

Trata-se de uma prática completa de desenvolvimento integral do ser humano: corpo, energia, emoções, pensamentos e intuição. Os benefícios do Yoga são consequências de toda transformação espiritual e do funcionamento adequado dos órgãos, conquistados pelos movimentos feitos em aula e de hábitos saudáveis como cuidar da mente, estar sempre bem alimentado, beber água e dormir bem. O Yoga promove energia e, ao mesmo tempo, relaxamento. Depois de uma prática com exercícios de respiração, o aluno se sente mais disposto, adquire mais força de vontade e determinação para executar suas tarefas do dia a dia.

Para quem sofre com problemas de ansiedade, insônia e depressão, o Yoga pode servir como calmante. Um dos benefícios mais fascinantes é o entendimento das nossas emoções. O Yoga combate o stress, ansiedade e sintomas causados pela competitividade e cobrança da vida moderna.

Eu costumo dizer que gosto quando um aluno chega na primeira aula e diz que tem insônia ou dificuldades para dormir, porque sei que naquele dia ele dormirá bem.

Então vamos praticar! Yoga não tem limitação de idade ou de peso. Yoga é para todo mundo! Yoga é para qualquer um!

ADHOMUKHA SVANASANA/ CACHORRO OLHANDO PARA BAIXO

Veja na nossa página

ADHOMUKHA SVANASANA/ CACHORRO OLHANDO PARA BAIXO
Tradução: adho = para baixo, mukha = rosto, face, svana = cachorro; Postura do cachorro olhando para baixo

BENEFÍCIOS:

  • Fortalece os ossos: ajuda a prevenir a osteoporose
  • Trata as dores nas costas: ao alongar os músculos da zona e relaxar as tensões
  • Alonga o peitoral, glúteos, isquiotibiais e panturrilhas
  • Fortalece os ombros, costas, tríceps e punho
  • Alonga a musculatura posterior dos joelhos
  • Reduz as tensões: ajuda a aliviar o estresse e a depressão leve, ao alongar por completo os músculos e as articulações
  • Reduz a dor de cabeça: oxigenar o cérebro através da gravidade, levando o sangue para a cabeça, pode reduzir e tratar enxaquecas e insônias e oxigena facilmente o corpo
  • Regulação de hormônios: ajuda a aliviar os sintomas da menopausa, alivia o desconforto menstrual
  • Melhora a digestão
  • Terapêutica para hipertensão arterial, asma, pés planos, ciática, sinusite

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. Comece apoiado sobre as mãos e joelhos. As mãos devem estar abaixo dos ombros e os joelhos sob os quadris.
  2. Curve os dedos (do pé) para baixo e pressione-os contra o peito do pé. Levante o quadril em direção ao teto até que seu corpo faça um “V” invertido.
  3. Pressione o peito contra os joelhos, mantenha os olhos focados em seus dedos e pressione os calcanhares em direção ao chão.
  4. Pressione as mãos no chão e empurre a cabeça entre os braços
  5. Priorize o encaixe da parte superior do tronco. Se for preciso, mantenha os calcanhares elevados ou flexione um pouco os joelhos.

Observação: O mais importante nesta postura é manter a coluna reta, impulsionando o glúteo para cima, formando um ângulo de torno de 60º entre as coxas e o abdômen, de modo a formar um V invertido. Priorize a retidão da coluna em detrimento do alinhamento das pernas, caso precise. Você deve dobrar os joelhos ou levantar os calcanhares, se necessário, para que consiga manter a coluna reta e a postura confortável.