Virabhadrasana I

Virabhadrasana I 10

VIRABHADRASANA I – POSTURA DO GUERREIRO I
Tradução: Vira = Herói, guerreiro; bhadra = amigo;
Asana = postura; Postura do guerreiro
#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO

BENEFÍCIOS:
• Fortalece os músculos das pernas, dos braços e das costas
• Alonga o corpo e abre a região pélvica
• Terapêutica para dores ciáticas
• Fortalece os músculos das costas
• Tonifica os músculos abdominais
• Alivia a acidez e ajuda à digestão
• Fortalece a bexiga e corrige o útero descaído
• Alivia dores menstruais e reduz fluxo abundante
• Trata depressão e trata também fraqueza física e mental
• Combate o desânimo e o medo
• Trata problemas respiratórios devido à abertura torácica, que auxilia o sistema respiratório e a extensão dos pulmões
• Mobiliza a força de vontade
• Gera poder interno para realizar o propósito da vida
• Cria uma mente forte e concentrada
• Desenvolve a coragem, a auto estima, o dinamismo e a ação virtuosa
• Atua profundamente no chakra Muladhara (básico)
• Desperta tapas (auto esforço e perseverança)

REALIZAÇÃO DA POSTURA:
1. De pé, com as penas afastadas na altura dos ombros, deixe o pé esquerdo à frente e dê um passo para trás com a perna direita
2. Comece por alinhar o corpo pelos pés: calcanhar esquerdo alinhado com o arco do pé direito. O pé direito deve estar num ângulo de 45 graus. Mantenha a base dos pés bem colada no chão e o arco do pé direito
3. A perna esquerda deve estar fletida, e o joelho alinhado com o tornozelo. A perna direita deve estar estendida com a rótula ativa para cima. A anca deve estar voltada para frente e alinhada com os ombros. Os braços devem estar estendidos para cima com o dedo médio apontando para o céu
4. O peito deve ficar aberto e a respiração deve fluir naturalmente pelas narinas
5. Para sair da posição, simultaneamente aproxime o pé direito do esquerdo e desça os braços
6. Volte a posição inicial
7. Faça a posição com a outra perna.

Observações: Durante a permanência na posição, podemos ir um pouco além, fazendo um movimento de expansão com o peito. Inspire expandindo a caixa torácica em três dimensões: – de cima a baixo, – de um lado ao outro, – e da frente para trás. Sinta a energia do coração se expandindo em todas as direções.
Pratique a auto-observação – Svadhyaya – durante a postura, concentre-se em você, no seu corpo, na sua respiração, procure identificar os padrões que o seu corpo apresenta.

VirabhadrasanaII

Virabhadrasana II7

VIRABHADRASANA II – POSTURA DO GUERREIRO II

#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO

Tradução: Vira = Herói, guerreiro; bhadra = amigo;

Asana = postura; Postura do guerreiro II

BENEFÍCIOS:

  • Alivia dores nas costas, especialmente no meio do segundo trimestre de gravidez; e é terapêutica para a síndrome do túnel do carpo, pés chatos, infertilidade, osteoporose e dor ciática
  • Fortalece pernas, costas, abdômen, ombros e braços;
  • Auxilia a encontrar onde está a tensão em seu corpo e então dissolvê-la, pela facilidade de permanecer nessa postura;

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. A partir da postura do guerreiro I / Virabhadrasana I, você deve inspirar e relaxar os braços na exalação.
  2. Ainda com as pernas afastadas e joelho direito flexionado, na próxima inspiração, você deve levantar os braços e abri-los como o máximo que puder
  3. Mantenha a face voltada para o lado direito
  4. Encaixe o cóccix e alongue a coluna vertebral. Não deixe que o tronco se mova para frente, ele deve se manter na vertical
  5. Contraia o abdômen e alongue os braços, mãos e dedos na altura dos ombros, mantendo os braços alinhados. Encaixe as omoplatas, desça os ombros e abra o peito
  6. Os quadris devem ficar alinhados com os ombros
  7. O queixo paralelo ao chão
  8. Deixe a respiração fluir naturalmente e observe o corpo
  9. Durante a permanência na posição, traga a energia da terra para as solas dos pés, suba com esta energia pelas pernas e concentre-a na área pélvica, acionando Mula Bandha (contração dos esfíncteres). Continue subindo com a energia concentrando-a na região do plexo solar, acionando Uddiyana Bandha (contração do abdómen). Suba ainda, com a energia até ao centro do peito na altura do coração e expanda o peito, deixando a energia do coração fluir pelo corpo.
  10. Para desfazer a posição estenda o joelho direito, vire o pé alinhando-o com o pé esquerdo e desça os braços. Faça uma breve pausa e repita a posição para o outro lado.

Setu Bandha Sarvangasana

SETU BANDHA SARVANGASANA 7

#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO #DIA6

SETU BANDHA SARVANGASANA – POSTURA DA PONTE

Tradução: setu = barragem, dique ou ponte; bandha = fechadura, cadeado;

Postura da Ponte

No nosso sexto dia de desafio, temos a postura da ponte/ Setu Bandha Sarvagasana. Seguem os benefícios e as instruções para realização da postura.

BENEFÍCIOS:

  • Aumenta o aporte sanguíneo na região da cabeça
  • Realinha a coluna, reposiciona os ombros caídos e alivia dores nas costas
  • Alonga os músculos da coluna, liberando tensões acumuladas
  • Alonga a caixa torácica, a garganta e a espinha, expandindo a capacidade respiratória
  • Revitaliza pernas enfraquecidas, fortalece os músculos das pernas e dos glúteos
  • Tonifica os órgãos reprodutores femininos
  • Alonga e tonifica a parede abdominal, contribuindo para o bom funcionamento do sistema digestório e na eliminação das toxinas
  • Regula a atividade do fígado e do baço
  • Estimula o funcionamento da glândula tireoide
  • Pacifica a glândula suprarrenal, responsável pela liberação de adrenalina e cortisol, equilibrando assim as funções nervosas, reduzindo o estresse
  • Alivia tensões do plexo solar, acalmando a mente

 

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. Deite no chão, com os pés sobre o chão e os joelhos apontados para cima
  2. Puxe os pés para o mais próximo, da parte anterior da coxa, que for possível
  3. Expire e, pressionando a parte interna dos pés e braços contra o chão, empurre seu cóccix para cima
  4. Enrijecendo os glúteos, eleve-os. Mantenha suas coxas e pés paralelos
  5. Enlace suas mãos logo abaixo da sua pélvis e alongue os seus braços.
  6. Permaneça nesta posição por 5 ciclos respiratórios completos
  7. Desfaça tocando novamente a espinha dorsal no chão a partir dos ombros, desdobrando devagar, expirando, até que a lombar alcance o chão
  8. Para compensar o esforço da coluna vertebral, traga os joelhos até o abdômen, abrace e deixe o corpo rolar de um lado para outro

Ustrasana

USTRASANA2

USTRASANA- POSTURA DO CAMELO

Tradução: ustra = camelo; asana = postura; Postura do Camelo

#DESAFIO #30DIASDEYOGA #EUTAMBEMFAÇO

BENEFÍCIOS:

  • Fortalece a coluna vertebral
  • Melhora a postura e capacidade respiratória, pois abre a caixa torácica
  • Beneficia pessoas com ombros caídos
  • Tonifica as coxas e elimina tensões nas costas, ombros e nuca
  • Alonga tornozelos, coxas e virilhas, abdômen, peito e garganta
  • Fortalece os músculos das costas
  • Melhora a postura
  • Alonga os flexores do quadril profundas (psoas)
  • Aumenta a energia e ativa a circulação no rosto e pescoço
  • Estimula a glândula timo, fortalecendo o sistema imunológico
  • Acalma a mente e espírito

 

REALIZAÇÃO DA POSTURA:

  1. Começa sentado em Vajrasana
  2. Fique de joelhos, com os pés ligeiramente separados e os joelhos
  3. Coloque as mãos sobre os quadris
  4. Inspire levando as coxas e quadris para frente, arqueando as costas para trás
  5. Incline a cabeça para trás para olhar para cima
  6. Inspire novamente se curvando e eleve as mãos sobre a coluna para trás, até que elas estejam sobre os calcanhares
  7. Incline ainda mais a cabeça para trás
  8. Segurar 10-20 segundos, respirando livremente
  9. Descanse na postura de criança por alguns instantes.

OBSERVAÇÕES: Á princípio este esse asana pode ser difícil e deve ser feito aos poucos, com cuidado. No início você deve deixar os braços soltos ou apoiar as mãos na cintura, até alcançar os calcanhares após algumas semanas ou meses.